Juiz Internacional de Tiro Esportivo, completando agora em janeiro, 40 anos de atividade.

Minha foto

Sou uma pessoa de facil relacionamento, tenho facilidade de trabalhar em grupo, sou otimista e gosto de festas.

sábado, 22 de setembro de 2012

Razoes e principios para as mudancas nas Finais de Tiro Olimpico



NOVAS REGRAS PARA FINAIS

O Conselho Administrativo da ISSF já aprovou muitas mudanças em suas Regras para Finais dos Eventos Olímpicos para entrarem em vigor em 2013. O detalhamento das regras para essa Finais foram elaboradas e serão apresentadas ao Conselho Administrativo para serem aprovadas durante a reunião de novembro 2012. Visto que o formato de competição para as novas Finais já foram aprovadas, no entanto, este “Resumo” também fornece informações sobre as Finais para 2013.  

RAZÕES PARA AS MUDANÇAS NAS FINAIS DE TIRO

·         Atualmente, todos os esportes Olímpicos devem se tornar mais dinâmicos e atrair mais adeptos, envolver o público com mais emoções e proporcionar grande espetáculos para jovens, espectadores, televisão e para mídia.

·         As Finais de Tiro em vigor atualmente começaram em 1986; elas representaram um grande avanço para aquela época, mas 26 anos de experiência tem demonstrado que aprimoramentos são possíveis.

·         Durante os últimos três anos muitas propostas e idéias para novas Finais foram desenvolvidas e testadas pelos Comitês Seccionais da ISSF, assim como pelos Comitês Técnicos, de Atletas e Treinadores. O melhor destas idéias está agora nas Regras das Finais.

·         As idéias que provaram ter mais sucesso nos testes da ISSF, assim como para outros esportes ou que tenham sido recomendadas por peritos da televisão e mídia, são aquelas em que os atletas qualificados iniciem a Final a partir do zero, usando a eliminação para criar mais dramaticidade durante a Final, sendo decididas as medalhas em disputa entre duas pessoas e usando um sistema de pontuação que os espectadores possam reagir imediatamente.

·         As mudanças introduzidas para Pistola de Tiro Rápido nas Finais de 2011, com os finalistas iniciando do zero, com pontuação acerto-erro, eliminações e duelo pela medalha de ouro tem sido bem excitante e bem sucedido. O sucesso dessas idéias fez-na um modelo para as novas Finais 2013.

OS PRICÍPIOS DA NOVA FINAL.

·         Qualificação. As séries de tiro da qualificação e as regras permanecem iguais como são hoje. O propósito da Qualificação é para que os oito (ou seis na PTR 25m) melhores atletas avancem para a Final.

·         Começar do zero. O resultado da Qualificação não será mais computado na Final. Quase todo o esporte tem Finais que iniciam como uma nova competição. Há muito tempo o tiro tem tido dificuldade para explicar porque alguns atletas iniciam a final com mais vantagens. 

·         Mais disparos na Final. Sendo que as Novas Finais irão iniciar a partir do zero, o numero de disparos nas Finais aumentou para assegurar de que elas sejam um verdadeiro teste de habilidade.

·         Eliminação ou Finalistas Pior Classificados. Depois de disparar uma série inicial de tiros, os finalistas pior classificados serão progressivamente eliminados até que restem dois atletas para disputarem pela medalha de ouro.

·         Variação para Diferentes Eventos. Nem todos os eventos de tiro usam o mesmo Formato de Final; diferentes disciplinas ou grupos de eventos têm diversos formatos de Final para demonstrar que nem todos os eventos de tiro são iguais. As formas mais dramáticas de apresentar cada evento foram procuradas. A pontuação para a Final de Pistola 25m usa o sistema de erro e acerto, mas o registro da zona do dez é mantido para Carabina 10m e 50m e eventos de pistola. As Finais de espingarda e 25m Pistola para mulheres usam o estágio de quartas de final e semifinal para identificar os atletas que vão competir em duelos pelas medalhas de bronze e ouro, enquanto outros eventos usam a série de eliminação para chegar à disputa da medalha de ouro. O duelo para 25m Pistola de damas usará um sistema de pontos para decidir as vencedoras
Tradução  Thom Erik Syrdahl  - ISSF A 423
 colaboração de Luciano Parreira Alves (tiro ao prato)
Fonte de consulta - ISSF Website
Postar um comentário