Juiz Internacional de Tiro Esportivo, completando agora em janeiro, 40 anos de atividade.

Minha foto

Sou uma pessoa de facil relacionamento, tenho facilidade de trabalhar em grupo, sou otimista e gosto de festas.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Mais medalhas para os brasileiros no Campeonato de tiro Paraolimpico


Ricardo Costa concentrado para atirar no CNTE, no Rio de Janeiro

O segundo dia de competição do Campeonato Aberto Internacional de Tiro Paradesportivo teve um duelo de colegas de seleção brasileira na final da pistola de ar, 10 metros. Nesta sexta-feira, 4, no Centro Nacional de Tiro Esportivo (CNTE), em Deodoro, Zona Oeste do Rio de Janeiro, Ricardo Costa venceu o seu colega Geraldo von Rosenthal garantido a dobradinha brasileira no pódio. Em terceiro lugar ficou o norte americano Michael Tagliapietra.
Depois de fazer 556 pontos na prova seletiva e quebrar o seu próprio recorde das Américas, feito na etapa do Mundial na Tailândia, Ricardo Costa conseguiu uma boa sequência de pontuação nota 10 disparando na liderança. Na decisão, o carioca foi para a disputa contra o gaúcho Geraldo Rosenthal, e fez 195.2 pontos contra 188.7 do adversário.
“Fiz uma boa prova nas finais. Não foi o que eu queria fazer na seletiva, nos treinos aqui mesmo no CNTE, eu estava fazendo pontuações maiores, mas isso não me abalou”, ressaltou.
Militar reformado desde 1989 devido a um acidente em uma missão na Guiana Francesa, onde o caminhão tombou amputando o braço esquerdo, ele voltou a atirar em 2006 e comemora a evolução do esporte. “Estou muito contente vendo o tiro paradesportivo crescendo. Essa competição no Rio de Janeiro com outros países convidados mostra uma evolução muito grande”, comemorou.
Geraldo von Rosenthal conquistou no primeiro dia de competição o ouro na pistola sport, 25 metros, e gostou do que fez novamente no segundo dia. “Mostra a dedicação que estou tendo. O Ricardo é o melhor atirador das Américas nesta modalidade e fazer uma final com ele foi um grande prazer. Eu me espelho nele nesta prova”, disse.
Na final da carabina deitada, 50 metros, o canadense Christos Trifonidis foi o melhor. Por oito décimos, 200.9 pontos contra 200.8, ele venceu o brasileiro Carlos Garletti. “O canadense atirou muito bem. Foi uma grande final e ele está de parabéns”, disse o atleta patrocinado pela Caixa Loterias.
Neste sábado,5, serão realizadas provas a partir das 10h15: carabina deitado misto e pistola livre, 50 metros.
Já na ultima final do dia, pistola de ar, 10 metros, SH2, o brasileiro Rodrigo Vianna assegurou o primeiro lugar no último tiro da prova. Com 205.3 pontos ele bateu os canadenses Douglas Blessin e Michael Larochelle que ficaram em segundo e terceiro respectivamente com 204.7 e 181.9 “Comecei muito mal no inicio e melhorei na segunda etapa. Eu precisava muito desse resultado e dessa vitória, já tinha enfrentado os dois canadenses e tinha perdido, estou muito feliz por esta conquista”, comemorou.

Postado por Thom Erik Syrdhal
Fonte:  Site do Comitê Paraolímpico Brasil  -   http://www.cpb.org.br/noticias
Postar um comentário